icone_moda 5 Dicas para moças peitudas

Sinceramente, eu não lembro como é não ter peito. Acho que nasci peituda e minha primeira roupinha de bebê já veio com sutiã embutido :P

como usar decote Fafá de Belém e Rita Lee em 1980

Uns dias atrás eu postei no Instagram a foto de um sutiã incrível que encontrei e falei sobre como é difícil ser peituda nessa vida. O sutiã que cabe os peitos sobra nas costas, os que ficam normais nas costas não cabem metade dos peitos e esse é só o começo dos problemas. É botão de blusa voando na cara das pessoas, é maratona pra encontrar um mísero biquíni que vista bem, é tanta coisa nessa vida de peituda que ó, cansa, viu?

O fato é que o post deu o que falar. Milhares (olha o exagero!) de meninas fizeram contato nos mais variados canais do blog (mentira, foi só no Face no Insta e no email :P ) para dizer que “sofriam do mesmo mal” e pedir dicas de onde comprar o sutiã perfeito.

E aí eu achei que o assunto rendia e resolvi compartilhar algumas dicas para você conviver melhor com os seus peitos. Afinal, a gente reclama às vezes, mas ter um decote imponente é mara!

dicas para quem tem peito grande

Uma boa postura é essencial na vida de qualquer pessoa. Mas, se seu sutiã é maior que 44, você precisa fortalecer os músculos das costas mais do que todo mundo! É muito comum que quem tem peito grande tenha dores nas costas e problemas de postura. Geralmente começa na adolescência, quando a menina tenta esconder os seios andando curvada. O vício de postura fica pra sempre e, anos depois, ela vai sofrer com terríveis dores nas costas. Outras nem passaram por isso, mas o peito grande e a vida sedentária acabam trazendo dores na coluna.

Eu nunca tive esse problema e nunca tenho dor nas costas. Tenho amigas menos peitudas que fizeram cirurgia de redução de mamas por não aguentar as dores de coluna. E pensando nisso só tenho uma explicação para a minha ausência de problemas de postura: O ballet!

E olha que nunca levei a dança a sério e nem passei perto de ser profissional. Mas alguns anos de ballet na adolescência foram suficientes para me dar a postura que tenho hoje e evitar o problema! Então, se você é peituda, que tal incluir o ballet nas sua atividades? Temos cada vez mais opções de aulas para adultos e até mesmo o tal do ballet fitness, que está na moda e se encontra em qualquer esquina agora. Pilates, RPG, musculação e qualquer coisa que possa fortalecer os músculos das costas merece um espaço especial na sua rotina de exercícios!

 sutiã para seios grandes

Tá bom. Tem pai, mãe, namorado, cachorro, muita gente importante pra você. Mas só quem segura seus peitos é ele, amiga. O sutiã perfeito é uma dádiva e, para encontrá-lo, cada peituda deve enfrentar a sua própria jornada. São anos de peregrinação e idas frustradas ao provador. Sempre com a vendedora serelepe do lado de fora “E aí, serviu? Posso ver?” Não amiga, não pode ver porque ficou um cu!

O sutiã perfeito nunca vai aparecer pra você de primeira. Você deve provar todos os modelos, de todas as lojas de lingerie, em mais de cinco cidades e, pelo menos, dois países. Mas quando você o encontrar você saberá – e nunca mais o abandonará.

Você pode passar pela sua jornada pessoal sozinha, mas se quiser cortar caminho vai nesse modelo aqui da Loungerie. Foi dele que falei no Instagram e foi ele que gerou esse post. Tem medidas diferentes de costas e busto, a renda é macia, dá aquela levantada sem incomodar e – OBRIGADA SENHOR- não tem bojo!

Marcas de lingerie, apenas parem de fazer “sutiãs de sustentação” com bojo. Outro dia vi um “sutiã redutor” com bojo. O bojo só aumenta ainda mais o peito e, além disso, quando a gente coloca uma blusa por cima se sente vestindo uma armadura. O modelo perfeito – para mim – tem aro e uma renda ou outro tecido fininho no lugar do bojo ♥

dicas de moda para quem tem seios grandes

Sim, a indústria de moda brasileira tem sérios problemas com curvas e eu já falei sobre isso aqui. E, quase sempre, quanto mais barata a roupa, pior a modelagem. Quando você compra uma camisa por fintchy reaix numa fast fashion, você imagina que o processo de produção daquela peça não foi dos mais honestos, né? Além de toda a questão ética, você ainda estará comprando uma roupa que vai deformar as suas curvas!

Se você tiver a sorte de encontrar uma marca cujas peças respeitem as curvas do seu corpo, principalmente o desenho dos seus seios, seja fiel a ela! (E deixa a dica nos comentários). Mas a dica que eu dou é: Mais vale UMA peça com boa modelagem, que não deforme os seus seios, do que DEZ que vestem mal. Então faça compras inteligentes: Compre menos e melhor!

dicas para quem tem peitão

Tem coisa mais chata do que revistinha de moda e blogueira dando “dica” do que você pode ou não usar se tiver peito grande? A regra é clara- e única: Você pode usar o que quiser, desde que TENHA VONTADE.

Obrigada, de nada.

Eu amo saias de cintura alta. Praticamente 80% do meu guarda-roupas é composto por saias mídi de cintura alta. Aí vem uma fulana me dizer que não posso usar cintura alta porque “aumenta ainda mais a região do busto e achata o tronco”.

Aham Cláudia, senta lá. Use o que quiser, quando quiser, do jeito que quiser. As pessoas têm uma mania idiota de achar que nós estamos sempre querendo “disfarçar o busto”. Gente, peito não é espinha que você disfarça com corretivo. Uma moça de peito grande tem um tipo de corpo diferente de uma moça de peito pequeno e não faz o mínimo sentido usar “truques de estilo” para se aproximar de uma silhueta que não é a sua.  Se você gosta de usar determinada roupa e se sente bem com ela, esqueça tudo que já leu nas revistas e use assim mesmo!

anita ekberg melhor decote

Toda peituda já passou por um momento “odeio meus peitos”. Eu mesma já pensei várias vezes em cirurgia de redução, quando eu era mais nova. Mas com o tempo a gente perde essa insegurança adolescente e se descobre amando o próprio decote!

Eu sei que às vezes é um saco não encontrar um biquíni bacana ou não conseguir usar aquela blusa linda da Farm com as costas abertas, mas as vantagens de ter peitão superam as desvantagens – e muito!

O meu padrão de beleza é vintage, então quando eu olho para Sophia Loren e Anita Ekberg eu acho que ter peito grande – e natural! – é uma dádiva. Ao mesmo tempo, como qualquer pessoa normal, minha auto-crítica tende a me dar algumas rasteiras de vez em quando. E eu começo a pensar que seria mais magra se não tivesse peito, que seria melhor pra comprar roupa, que poderia usar a blusa que eu quisesse… É, poderia. Mas não seria eu!

E quando você percebe que cada detalhe seu – até aquele que às vezes te incomoda – é o que te faz única, você tem a real dimensão de como você é bonita! :)

 

PS 1: Se você é peituda e tem uma dica bacana pra dar (um sutiã mara, uma marca de biquíni, um creme firmador huahuahua ) deixa aí nos comentários!

PS 2: Eu sei que muitas meninas têm problemas sérios com o tamanho dos seios, que podem trazer complicações de saúde.  Se esse é o seu caso, procure um médico e se cerque de toda a informação possível sobre o assunto. Eu não quero ditar regra nenhuma aqui, nem dizer que ninguém deve reduzir os seios, só quero que você pense bem antes de tomar a sua decisão e que seja muito bem orientada. O que importa é que você seja feliz – com peitão ou sem peitão!

 

Para acompanhar tudo do blog:
Facebook ♥ Pinterest ♥ Instagram Youtube ♥ 

 

Comentários

Comentários

6 thoughts on “5 Dicas para moças peitudas

  1. Adoreeeiii o post. Sempre tive peitão e sofro as mesmas coisas. Mas hoje me aceito como sou e recomendo msm o exercicio..faz todaa diferença na postura e na autoestima. Eu faço pilates e super adoroo!

  2. <3 Minha vida num post! Eu sou peituda e também sou vintage <3 e sabe de uma coisa? Eu me amo, e além disso sou baixinha, 1.55 de pura fofurice (sim, eu me amo mesmo).

    Odeio esse pessoal que quer cagar regra na vida alheia.Eu me visto como quero e sigo minhas regras.

    E diferente de vc, eu gosto de bojo,porque embora meu peito seja grande, eu gosto de ter mais um pouquinho,

    http://www.poesiaemtranse.com

  3. Puxa vida, seu post foi super importante pra eu me dar conta que disfarçar não é o melhor caminho.
    OBRIGADA =]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>