caderininho A última moda pra lá da Muralha*

*Escrevi essa matéria para a Revista Glam no ano passado. Como daqui a poucas horas estreia a nova temporada de Game of Thrones, achei oportuno reproduzir o texto aqui no blog. Quer saber um pouco mais sobre o figurino da nossa série preferida? Então cola nessa matéria que é sucesso! ;)

Game-of-Thrones-cast

“The winter is coming”. A sentença que prevê a chegada do inverno poderia muito bem ser um anúncio de coleção nova ou a chamada de um desfile. Mas, graças ao enorme sucesso da série Game of Thrones, quando ouvimos falar em inverno logo pensamos na família Stark, em Winterfell e nos perigos que rondam a Muralha.

Se você não faz ideia do que são essas coisas e está pensando em passar a página porque esta é uma revista de moda e é somente este o assunto que lhe interessa, espere mais um pouco porque estamos aqui para falar justamente de moda. Ou melhor, do maravilhoso figurino de Game of Thrones.

A série é adaptada dos livros ‘As Crônicas de Gelo e Fogo’, do americano George RR Martin. A terceira temporada, exibida pelo canal HBO, causou comoção nas redes sociais e se manteve, semana após semana, como um dos assuntos mais comentados na internet.

A receita do sucesso? Um roteiro dinâmico, personagens interessantes, um autor sádico que adora fazer os leitores sofrerem matando seus personagens preferidos e – claro – um figurino deslumbrante.

A história se passa em  um reino medieval fictício, onde reis e rebeldes lutam pelo poder. Os territórios que servem de cenário para o desenrolar da história são vastíssimos e cada lugar tem suas peculiaridades. Isso permite uma riqueza de detalhes incrível no figurino. No mesmo episódio nós podemos ver por exemplo as pesadíssimas roupas dos homens da Patrulha da Noite, que vivem no extremo norte – onde o inverno nunca acaba,  e os semi nus soldados do exército de Daenerys Targaryen, atravessando desertos debaixo de um calor de rachar. Cada núcleo tem a caracterização muito bem definida.

Todo o trabalho de figurino e caracterização é orquestrado pela inglesa Michele Clapton, que já ganhou um Emmy de melhor figurino pelo desempenho em Game of Thrones. Michele já teve uma grife própria e também já trabalhou produzindo o visual de músicos e bandas. Mas foi como figurinista de Tv que ela fez sucesso. Depois de assinar a caracterização de Elizabeth I, minissérie estrelada pela atriz Helen Mirren, ela ganhou respeito como pesquisadora e criadora de visuais de época. Na equipe de Game of Thrones  ela coordena uma turma gigante de tecelãs, costureiras, bordadeiras, artesãos e armeiros. Não há um só detalhe no figurino que não seja de produção própria da equipe. A maioria das roupas é feita a partir do zero, com a equipe de tecelagem produzindo os tecidos. Os armeiros e ferreiros trabalham em Belfast, na Irlanda do Norte, forjando as armas, escudos e armaduras da série com o mesmo processo artesanal que se fazia na Idade Média. Depois de prontos, os figurinos passam ainda pelo setor de avaria, que desgasta as peças para dar mais realismo no vídeo. Dos vestidos de festa às armas dos soldados, tudo é fruto de muita pesquisa.

Em todas as entrevistas que dá, a figurinista reforça que o segredo do figurino de GOT é a imersão da equipe no universo da série. A produção das roupas de cada núcleo leva em consideração o ambiente em que os personagens vivem e situações como limitação de matéria prima e isolamento geográfico. Isso faz com que, a cada aparição de novos personagens, uma nova história seja contada a partir do visual deles.

 

Um pedacinho de Westeros no Brasil

Parte desse mundo criado por Michele Clapton esteve bem perto dos fãs brasileiros no ano passado. Em abril, uma exposição promovida pela HBO levou parte dos figurinos e dos objetos de cena de Game of Thrones para cinco cidades do mundo. No Brasil a exposição foi montada em um shopping de São Paulo e contou com peças de roupas dos principais personagens, armas, croquis originais e até uma réplica do Trono de Ferro onde os fãs podiam tirar fotos posando como reis e rainhas de Westeros.

DSC07759 O figurino da família Stark

DSC07766 Detalhes do figurino de Catelyn Stark

A mostra foi dividida por núcleos familiares. A casa Stark, uma das principais, ficava logo na entrada. Os trajes expostos eram os mesmos que os personagens usaram no primeiro capítulo da série, quando a família protetora do Norte recebe a visita da comitiva real. Em seguida vinham os figurinos de Porto Real. O vestido vermelho da rainha Cersei e a armadura de Tyrion Lannister eram as peças mais fotografadas.

DSC07690 Figurinos da rainha Cersei Lannister e de Tyrion Lannister

DSC07793 Fazendo carão perto do vestido da BITCH hahahahaha

Destaque também para os figurinos de Daenerys Targaryen! Com manequins em tamanho real, chamava atenção a baixa estatura da atriz Emilia Clark, que parece ser bem mais alta na tela, na pele da poderosa Khaleesi.

DSC07718 As roupinhas que a Khaleesi compra na sessão infantil da Riachuelo =P

DSC07717

DSC07731 Ovinhos de dragão =)

As roupas da patrulha da noite e dos selvagens também estavam lá. Botas pesadíssimas de couro e pele, que são a última moda do lado de lá da muralha. A coroa do rei, o broche da Mão, as espadas… Tudo estava exposto, para deleite dos fãs. Até mesmo uma réplica da cabeça decapitada de Ned Stark – desculpem o spoiler, mas é impossível não citar esse detalhe!

No final da exposição havia ainda um simulador de arco e flecha, para que as pessoas pudessem também se sentir dentro da Batalha da Água Negra.

Depois da imersão no mundo da séria, impossível não sair de lá desejando um pouco daquela estética medieval.

 

Medieval Haute Couture

O mundo da moda também andou se encantando pela estética de Game of Thrones e algumas marcas têm deixado transparecer uma inspiração medieval em suas coleções. A volta de tecidos pesados e imponentes, os bordados, as pedrarias e às vezes tudo isso junto. Como a informação de moda circula rápido, a tendência chega de forma veloz também às cadeias de fast fashion, como Zara e H&M.

Mas o que deu o que falar mesmo foi a coleção da Givenchy na temporada passada, com incríveis semelhanças com o visual de Game of Thrones. A inspiração não foi oficialmente confirmada pela marca, que divulgou apenas que as peças tinham sido inspiradas na moda cigana. Mas os blogs e revistas de moda logo se apressaram em fazer comparações colocando lado a lado as fotos da Givenchy e algumas peças do figurino da série (veja aqui).

Inspirando ou não a Givenchy, o fato é que o figurino de Game of Thrones é um dos mais bem feitos da história da televisão. Os especialistas dizem inclusive que a série e o preciosismo de sua caracterização inauguraram um novo momento para as produções de TV, que agora estão no mesmo patamar  – e às vezes até além – do que é produzido para o cinema.

E é por isso que você não pode deixar de ver Game of Thrones. Pela trama, pelos personagens e, claro, pela moda!

;)

 

 

 

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>