Ballet clássico – possível, divertido e melhor que academia =)

Uns meses atrás eu cheguei em um momento bem dramático na minha vida de gordinha: minhas roupas preferidas não estavam mais vestindo tão bem. Algumas sequer fechavam. Aí soou aquele alerta vermelho MINHA FEEEEELHA É HORA DE EMAGRECER PORQUE VOCÊ NÃO TEM DINHEIRO PRA MUDAR TODO O GUARDA-ROUPA SÓ PORQUE QUER COMER VIRADO À PAULISTA TODO DIA!

Eu nem me importo de ser cheinha, fofinha, gostosinha (escreva aqui o seu eufemismo preferido hahaha). Nunca fui magra, sempre tive os braços e as coxa beeeem gordinhos. E gosto do meu corpo. Não acumulo gordura na barriga e tenho o tronco bem fino, o que rende uma cintura legal, que fica bem de vestido e saia godê (meu tipo de roupa preferido) então estava tudo bem.

Tudo bem até eu começar a não poder usar as roupas que mais amo. Porque eu tenho uma relação muito especial com as minha roupas. E se vocês se interessam em ler isso aqui, devem ter também aquele apreço diferente às peças que te ajudaram a fazer a sua história. Um casaco comprado numa viagem especial, o sobretudo que foi da minha avó, a saia que eu estava usando quando conheci Veneza, um vestido de brechó que, apesar de ter mais de 60 anos, parece ter sido costurado pra mim…

São muitas coisas importantes das quais não quero me desfazer, então decidi que a única saída é perder uns quilinhos – e depois manter o peso, é claro. Comprei uma dieta pronta no Prontolight (depois escrevo um post sobre) para dar aquele choque nas gorduras e decidi levar a sério esse negócio de fazer exercícios.

Aí começa o drama. Porque eu já tentei me manter na academia mais vezes do que a Madonna trocou de marido. Uma semana indo todos os dias foi o meu recorde histórico. Então eu parei de tentar e me forçar a fazer uma coisa que eu odeio e realmente me deixa de mau humor e fui atrás do único exercício físico possível para mim: a dança, mais precisamente o ballet clássico ♥

ballet

Fiz ballet muito tempo quando era criança e parei adolescente. Eu não tinha o biotipo de bailarina, mas sempre tive muita facilidade para tudo relacionado à dança. Aí fiz jazz, dança contemporânea, sapateado, essas coisas todas.

Uns anos atrás voltei ao ballet lá em Natal, numa turma que a EDTAM abriu só para adultos. Era uma delícia! E aí resolvi procurar algo parecido aqui em SP.

Com a febre do tal Ballet Fitness, não foi difícil encontrar academias que oferecem também ballet clássico. Mas o nível é bem diferente do que eu era acostumada em Natal – e o preço nem se fala.

Compartilhando minhas dúvidas nas redes sociais, vi que muitas meninas também queriam informações de onde fazer ballet. Daí chegamos finalmente ao objetivo desse post que é colocar aqui um mini guia com telefone, endereço e preço de algumas escolas de ballet em Natal e em São Paulo. Lembrando que aqui em SP eu só pesquisei as que estão perto de casa, ok?

 

Começando por Natal…

A minha cidade tem boas opções para quem quer estudar ballet depois de já crescidinha, mesmo para quem não tem experiência nenhuma com dança. As escolas têm turmas para quem quer voltar ao ballet ou para quem quer dar os primeiros passos rumo ao Bolshoi, independente da idade :P

Quando criança eu fazia aula no Ballet Municipal. As salas eram enormes e tinha uma senhora que tocava piano pra gente fazer aula (muito amor!). Depois fiz na EDTAM e era uma delícia também, em um casarão super antigo e lindo na Rua Chile.

Imagina gastar calorias enquanto faz uma aula com alguém tocando música clássica ao vivo e você vê pela janela o pôr do sol no Potengi? Muito incrível, né? Acho que é por isso que nunca me acostumei com aquele ambiente uó de academia!

Alguns endereços e telefones úteis para quem fazer ballet em Natal:

 

Ballet Municipal do Natal 

2 aulas por semana  – R$ 30,00 Matrícula + R$ 30,00 Mensalidade

Funciona na Capitania das Artes, Ribeira, telefone: 3232-4949

 

EDTAM

2 aulas por semana  -  R$ 40,00 Matrícula + R$ 40,00 Mensalidade

Fica na rua Chile, Ribeira, telefone: 3232 – 9726

 

Escola de Ballet Maria Cardoso

2 aulas por semana – R$ 130,00 Matrícula + R$ 145,00 Mensalidade

Fica no bairro de Capim Macio, telefone: 3081 3482

 

Studio Corpo de Baile

2 aulas por semana – R$ 165,00 Matrícula + R$ 190,00 Mensalidade

Tem duas unidades: Morro Branco e Neópolis. Telefones: 3211-6121 e 2020.9606

 

 

Já em São Paulo…

Aqui eu penei um bocadinho pra me convencer a me matricular em uma escola de ballet. Os espaços são pequenos (minúsculos, na vrdade), os vestiários só cabem uma pessoa por vez, faz um calor dusinfernus e são caríssimos. Sim, mais de trezentos reais por duas aulas semanais eu acho caríssimo, ainda mais quando não se tem uma puta estrutura.

Mas, é o que tem pra hoje nessa cidade e eu acabei escolhendo o Espaço Steps, que é mais perto de casa e com preço mais em conta. Gostei de lá também porque a professora é muito querida e gostei muito da aula dela. O único problema é que a sala não é climatizada e o vestiário é bem pequeno, o que faz com que seja uma tortura trocar de roupa lá naquele calor #sddsBalletdeNatal

Mas vamos aos endereços, telefones e preços. Todas as escolas oferecem uma aula experimental e aí você testar e escolher a que gosta mais.

 

Espaço Steps

2 aulas por semana – R$ 296 Mensalidade e não cobra taxa de matrícula (No plano trimestral fica R$ 260,00)

Fica na Rua Teodoro Sampaio, em frente à Praça Benedito Calixto. Telefone 3088 0291

 

Bravo Ballet

2 aulas por semana – R$ 150 Matrícula + R$ 365 Mensalidade (No plano trimestral fica R$ 345,00 a mensalidade, sem taxa de matrícula)

Fica na rua Joaquim Antunes, 668, Pinheiros. Telefone 3061-9524

 

Ballet Elza Prado

2 aulas por semana – R$ 120,00 Matrícula + R$ 255 Mensalidade.

Fica na rua Fradique Coutinho, 1176, Pinheiros. Telefone 3032-4217

 

Espaço Corpo Consciente

2 aulas por semana – R$ 314,00 (não cobra taxa de matrícula)

Fica na Rua Lisboa, 555, Pinheiros. Telefone 3085 9112

 

Estúdio Anacã

Tem aulas em vários dias da semana e custa R$ 495 o passe livre (você pode fazer qualquer aula da escola, nos dias que quiser)

Fica na Avenida Brasil, 649. Telefone: 3052-0763

 

 

Se alguém tiver mais dicas de lugares para fazer aula de ballet, manda aí nos coments :)

 

 

 

4 Responses to "Ballet clássico – possível, divertido e melhor que academia =)"

Add Comment
  1. Ana

    7 de março de 2014 at 9h37

    Também fiz Ballet no Municipal do Natal na infância/adolescência e peguei aquela senhorinha tocando nas aulas. Achava o ápice do luxo. Também tive o prazer de ser aluna de grandes nomes como Roosevelt e Maria Cardoso. Com absoluta certeza o Ballet Municipal do Natal tinha muita qualidade. Estou chocada que a mensalidade ainda continua a mesma de há 11 anos atrás!!! Parei há 11 anos e, no momento, moro em Mossoró, em razão do trabalho, e esse ano também tive a graça de voltar ao Ballet entrando na turma do 5º ano, exatamente no nível em que eu parei \o/ Ballet é vida!!

    Responder
  2. Elisângela

    13 de março de 2014 at 11h53

    oiiiiiiiiii…adoro vizitar seu blog ,e estou vendo que seu cabelo esta lindo,tanto que comecei a ler o blog pela materia sobre seu cabelo amei,e me identifiquei e queria saber qual é o corte do seu cabelo…esta lindo.bjs.

    Responder
  3. Vanessa

    24 de março de 2014 at 15h58

    Faço em São Caetano do Sul/SP, na Pariz Arte em Dança. Lá o valor é 119,70 no plano trimestral + 50,00 de matrícula. Estou adorando tanto, que semana passada comecei o Jazz. Quem for do ABC e tiver interesse em conhecer melhor a escola p site é http://www.parizarteemdanca.com.br. A sala é enorme e as pessoas super simpáticas. beijos :)

    Responder
  4. Marina

    7 de abril de 2014 at 21h42

    Oi, Gladis! Tô me intrometendo aqui pra dar uma dica, porque eu também nunca consegui passar mais de um mês em academia e sempre achei que nunca ia gostar de malhar! Mas um tipo de exercício que me fez voltar a sentir prazer em suar foi o funcional. Eu comecei a procurar no Pinterest “circuitinhos” e tem muuuita coisa legal! Pra quem tem rotina corrida é ótimo, porque a maioria dos circuitos leva 30 min no máximo, mas tem até de 10 min. E tipo, no começo a gente acha difícil, mas depois minha filha que vai ganhando resistência você vira uma mulher maravilha, é massa! E dá pra fazer em casa, na pracinha, ou seja, di grátis. Enfim, fiquei feliz que você decidiu cuidar mais da saúde, tô sempre acompanhando o blog e desejo sucesso! Beijos

    Responder

Submit a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>